Desfilando no carnaval




Luzes brilhando,
fogos estourando,
a marcha cantando,
os tambores afinados...
Todos se preparando para a entrada na avenida.

Espero a ordem de comando
fantasiada de colombina,
toda enfeitada de cetim.

Me preparo para o grande desfile...
Minha única tristeza
é que o meu Arlequim se atrasou!

O que aconteceu?
...Onde será que ficou?


O desfile dá a largada ,
para a arquibancada
meu olhar desesperado vai parar...

Começa a procura entre os rostos presentes,
na loucura da caminhada querendo-o encontrar...
Momentos de angústia, sinto-me só e perdida ,
sou mais uma no meio da multidão...

Ao chegar na esquina, meu olhar ilumina,
meu sorriso se abre, pois encontro você...
Arlequim querido ,
longe de você esta colombina
não consegue sambar , não tem gosto pela vida...

Através dos olhos seus, enxergo tudo colorido,
sou feliz e vivo a vida de forma total...
Desfruto de cada momento
faço da vida um eterno carnaval.

Nas tristezas jogo confetes,
nas alegrias atiro serpentinas.
como o desfilar na avenida ,
levo a mesma imagem galante
no desfile da nossas vidas.

Meu querido arlequim ,
vamos brindar a alegria,
a vida e o nosso amor!

Marilena Ferioli Basso