Corpo e Sangue de Cristo

 

 

" A vida do homem é povoada de presenças : presenças visíveis e próximas coroa de uma mãe que cuida de seu filho que brinca ou repousa; presenças invisíveis como a de duas pessoas que se amam ,pensam uma na outra e se encontram superando a distância e a separação do corpo ; presenças que proporcionam paz ,satisfação ,segurança ,e presenças tempestuosas ,que são como uma ameaça ...
No plano da vivência humana profunda,o homem faz a experiência singular de uma presença misteriosa mas real ,que atinge o centro do seu ser ; uma presença que inspira um inefável sentimento de confiança e segurança e que do seu íntimo o chama .É a revelação e a tomada de consciência da presença criadora de Deus que nos faz existir ,daquele Deus " em quem vivemos ,nos movemos e somos " ,uma presença que " sustenta " o homem ," nutre- o" .A presença de Deus no meio de nós assumiu,na história ,a forma visível e tangível de Jesus ,imagem visível do Deus invisível ,revelador do mistério do Pai .
A sua encarnação e seu nascimento em Belém ,sob o império de César Augusto ,é o ápice de uma longa série de sinais através dos quais o Deus vivo tinha feito sentir sua presença ( patriarcas ,reis ,profetas,santos do Antigo Testamento...) .Depois da Ascenção ,que o subtrai à experiência sensível dos homens ,a presença de Jesus muda de sinal mas não muda a realidade .Ele continua e se dá sob o sinal do pão partido e do vinho ,nos quais oferece seu Corpo como alimento e seu Sangue como bebida de salvação e de vida .Ele permanece conosco até o fim do mundo "

 

Cacilda Emilia Lopes Chacon